1

Alimentação saudável na gravidez, o que é proibido?

A maioria das mulheres tem consciência que durante a gravidez será mais do que fundamental procurar ter uma alimentação saudável e completa, afinal de contas, esta alimentação será determinante para o desenvolvimento do feto.

Portanto, nas próximas linhas nós vamos procurar dar algumas dicas que permitirão que qualquer mulher consiga ter uma alimentação saudável, completa e balanceada, que será importante não apenas para o desenvolvimento do feto durante a gestação, mas que também será importante para a própria saúde da mulher durante este período.

A importância dos alimentos ricos em ferro e ácido fólico

O organismo da mulher irá necessitar de uma carga maior do que o normal de energia durante o período de gravidez, e por este motivo, muitos especialistas indicam a importância de se ingerir alimentos que sejam ricos em ferro e também e ácido fólico durante a gestação.  Dentre os alimentos que são ricos em ferro e que deverão fazer parte da dieta das mulheres em fase de gestação podemos destacar os seguintes: carnes vermelhas, feijão, beterraba, espinafre, soja e aveia.

Já entre os alimentos que são ricos em presença de ácido fólico, nós não podemos deixar de mencionar as verduras que apresentam cor verde bem escura, pois elas são perfeitas mulheres grávidas.
Para quem não sabe, os alimentos ricos em ferro ajudarão a mulher a prevenir a anemia, que entre outras coisas, acaba deixando a mulher extremamente cansada durante a gravidez.

Enquanto que o ácido fólico ajuda na prevenção de más formações no tubo neural do feto, o que implicaria em má formação tanto do cérebro do feto, quanto da sua medula espinhal.
Diversificação deverá ser a regra

É evidente que o médico deverá ser consultado durante a gravidez para evitar que qualquer tipo de problema ocorra. Com certeza, será indicado por ele que a dieta durante a gestação deva ser bem diversificada.

A variedade garante que o feto e que a mulher recebam todos os nutrientes necessários para passar pela gestação saudáveis e fortes, e para que o desenvolvimento da criança se dê da melhor maneira possível.

Alimentação saudável na gravidez

Alimentos que deverão ser evitados durante a gestação

No entanto, apesar de ser interessante que haja uma grande variedade de alimentos presente na dieta de uma mulher durante a gravidez, o fato é que alguns alimentos deverão ser evitados, ou então deverá ser consumidos em menor quantidade.

É o caso da cafeína, que durante a gravidez deverá ser reduzida a quase zero, já que em grandes quantidades poderá trazer consequências nefastas, causando aborto espontâneo ou então afetando o peso do feto.

A cafeína (que está presente nos refrigerantes de cola, no café, nos chás e nas bebidas energéticas) em grandes quantidades também poderá causar insônia e irritabilidade na futura mamãe, o que, numa fase tão delicada poderá trazer muitos problemas.

Ovos crus devem ser evitados, especialmente por conta do risco de salmonela, como também carnes mal passadas e carne de porco pelo risco do parasita toxoplasmose.
Alimentos diet e light, além de adoçantes, também devem ser evitados, especialmente quando não houver orientação médica.

Alimentos diet e light, além de adoçantes, – devem ser evitados, especialmente quando não houver orientação médica.

Carboidratos refinados – Trata-se de arroz branco, farinha branca, açúcar branco. Você deve evitar doces e tentar substituir pães e massas pelas versões integrais.  Lembre-se do índice glicêmico… No sexto mês de gravidez em diante, ele deve ser acompanhado. A gestante pode ter intolerância à glicose (uma condição pré-diabética).  Bem, evitando esses carboidratos refinados, você tornará sua alimentação mais rica, além de prevenir a formação de gases.

Alguns peixes – Aqueles peixes mais temidos não pode. Sim, os peixes que estão no topo da cadeia alimentar  – cação, marlim e peixe-espada – devem ser evitados. Eles contêm níveis mais altos de mercúrio e isso pode causar problemas no feto. Já peixes como sardinha, atum fresco e tilápia são recomendados no máximo duas vezes por semana. Nada de peixe cru!

Os leites e queijos não pasteurizados
(leite de ovelha e cabra, brie, feta e camembert) podem ser fontes de uma bactéria que causa a listeriose.
Carnes cruas e legumes mal lavados são alto risco para adquirir a  toxoplasmose. Nada de rosbife, kibe cru ou carpaccio. Carne de porco só se for bem passada. Lavar bem as frutas, verduras e legumes.

Bebidas alcoólicas devem ser evitadas independente do teor alcóolico.

Commentários (1)

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!