0

Intolerância à lactose  – Dicas importantes

Seja no nascimento de um bebê ou ao longo da vida, qualquer pessoa pode desenvolver alguma intolerância a determinado componente de um alimento.

E a lactose é um exemplo disso. Existem muitas crianças que já nasceram com a devida intolerância e adultos que com mais de 30 anos acabaram desenvolvendo.

Para isso, neste artigo eu vou te contar um pouco sobre como acontece esse processo de rejeição pelo organismo e ainda você vai ficar por dentro de muitas dicas fáceis de alimentos sem o componente para consumir ao longo do dia.

Intolerância a lactose x Desenvolvimento da rejeição

Explicar o motivo da tal intolerância pode ser algo um tanto quanto sem explicação de fato. Isso porque, varia de pessoa para pessoa.

Mas, eu posso te dizer que em grande parte dos casos as pessoas já nascem com esse tipo de rejeição, que na verdade é como se fosse uma espécie de alergia tardia que o corpo tem a tal substância.

Há uma enzima denominada lactase, que por sua vez, é responsável pela chamada “quebra” da lactose. Quando se nasce sem esta enzima, o organismo desenvolve um quadro de intolerância, ou seja, a lactose não é digerida pelo organismo.

A lactose é encontrada principalmente em alimentos como o leite e derivados. Queijo, pão, bolo e massas em geral possuem a substância, ou seja, quem tem a intolerância precisa definitivamente mudar a alimentação.

Mas, em que consiste uma alimentação sem a lactose?  Isso é o que você vai ver no próximo tópico.

Como encontrar alimentos e receitas sem lactose?

Bem, quando falamos de alimentos sem o componente logo podemos estranhar bastante já que em grande parte dos alimentos é possível encontrá-lo.

Porém, quem possui a rejeição ou total intolerância não pode ingerir nada vezes nada, então é preciso mudar o estilo de dieta alimentar. Alimentos mais naturais como, frutas, verduras e legumes podem ser consumidos a vontade.

Além disso, nos dias de hoje é possível encontrar em grande parte das redes de super mercados, alimentos que possuem zero lactose. Esses alimentos são mais específicos e tem na própria embalagem a descrição da falta da substância ou, na maioria das vezes, possuem lactase na sua composição como estratégia para “zerar” a lactose.

Porém, um ponto negativo é que alimentos sem a lactose tendem a ser mais caros, o que faz com que muitas pessoas não possam comprar todos os dias. Entretanto, não há garantia de que não haverá sobras de lactose no produto.

Sendo assim, a dica é fazer receitas diferenciadas na cozinha com alimentos mais leves e naturais.

Dicas para o dia a dia

Quem tem uma rotina corrida e possui a intolerância, as vezes fica difícil conseguir conciliar uma alimentação saudável e sem a lactose no dia a dia.

Porém, com algumas dicas simples e práticas, você vai ver como a sua rotina pode ser um pouco mais facilidade.

Primeiramente, é essencial compras alimentos frescos e o mais natural possível. Fora isso, é preciso tomar cuidado com frios como presunto, salame e entre outros que possuem a lactose no processo de finalização.

Pode parecer meio estranho pensar que em uma rodela de salame você encontra o leite, mas a verdade é que o ingrediente é adicionado para aderir maior validade no produto.

Porém, muitas pessoas com a intolerância não sabem e continuam consumindo esses tipos de alimentos e por isso, não sabem por que tem reações.

Cuidado com o adoçante em pó. A maioria possui lactose em seus ingredientes! Prefira adoçantes líquidos.

Outro cuidado que o intolerante tem que tomar é com respeito aos medicamentos em comprimidos. Muitos deles possuem lactose em seus ingredientes. Leia sempre a bula e solicite ao médico a devida substituição.

 Ao fazer refeições fora de casa, cuidado com churrasquinhos e carnes grelhadas. Muitos restaurantes pincelam manteiga para dar um saborzinho a mais.

Alguns queijos não possuem lactose (pelo próprio processo de maturação) ou apresentam bem pouco. Isso é muito bom, visto que não terá adição da lactase, mas sim, um processo natural de retirada da lactose. Para queijos maturados, é feita a adição de bactérias láticas que utilizam a lactose como substrato em seu metabolismo, resultando principalmente na formação de ácido lático. Os queijos como Parmesão, Gruyère e Emmental apresentam teor indetectável de lactose (< 10 mg/100 g).

Para as receitas, em geral, podemos substituir o leite de vaca por leite de amêndoas.

A principal dica para quem tem intolerância total é: leia rótulos, bulas de remédio, evite enlatados ou embutidos.  A diferença será estampada na sua qualidade de vida e na sua saúde.

 intolerância à lactose

Comments are closed.

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!