0

Saiba mais sobre a intolerância à lactose

Sabe aquele leitinho matinal ou noturno antes de dormir e aquela fatia de queijo tão saborosa? Por menor que seja o consumo, este hábito alimentar pode fazer muito mal às pessoas intolerantes à lactose (substância existente no leite e seus derivados).

A causa de tal intolerância é simples: há uma enzima denominada lactase, que por sua vez, é responsável pela chamada “quebra” da lactose. Quando se nasce sem esta enzima, o organismo desenvolve um quadro de intolerância, ou seja, a lactose não é digerida pelo organismo.

 Este quadro pode também se desenvolver com o tempo, não sendo necessariamente uma disfunção desde o berço. Outras causas atribuídas à intolerância de lactose incluem algumas lesões no intestino e outras doenças diversas.

Sintomas da intolerância à lactose

Alguns sintomas são bem comuns e ajudam a detectar a doença, todavia, o diagnóstico preciso apenas se dá por meio de exames específicos. As sensações sintomáticas ocorrem em linhas gerais, dentro de 30 minutos ou até 2 horas após o consumo da lactose, entre eles, é comum a ocorrência de diarreia, gases, náusea e cólicas, além de inchaço na região abdominal.

Controle dos sintomas da intolerância por meio de dieta

Ainda não existe um tratamento ou cura deste quadro. Médicos e nutricionistas, após diagnóstico, sugerem a dieta para atenuar e em alguns casos até suprimir os males desta intolerância alimentar.

Neste sentido, a dieta indica que se evite os seguintes alimentos: leite de vaca ou cabra, queijo, requeijão, manteiga, creme de leite, alguns adoçantes, pudins, etc.

É proibido consumir estes alimentos? Na verdade não, mas é preciso diminuir consideravelmente o consumo. O quanto diminuir ficará a cargo do que prescrever seu médico e nutricionista, daí a importância de sempre buscar ajuda especializada neste sentido. Além disso, existe a venda da lactase (comprimido, pó, pastilhas) para suprir a falta desta no organismo. Mais uma vez, será preciso dosar o quanto de lactase ingerir para certas quantias de lactose a consumir. O médico ou nutricionista poderá ajudar, mas só realmente testando na prática para saber essa proporção.

Há alternativas aos produtos restritos e que podem substituí-los de maneira eficiente.  Por exemplo, leite de soja, leite de arroz, leite de amêndoas e queijo parmesão. Adoçante em gotas pode ser usado em substituição ao adoçante em pó, e geleias, café, presunto, pão francês e frutas, compõem o cardápio da dieta dos intolerantes à lactose.

Atenção ao cálcio

Como o leite é uma das principais fontes de cálcio, é preciso tomar cuidado para que o paciente com intolerância à lactose não desenvolva o quadro de deficiência de cálcio. A sugestão dos nutricionistas é incluir na dieta, alimentos que possam suprimir a ausência do leite, como verduras escuras, queijo de soja, algas, entre outros.

 intolerância à lactose

Comments are closed.

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!